segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Hospital Orêncio de Freitas será reformado




Orêncio de Freitas é hospital referência em cirurgias na cidade. Foto: Douglas Macedo



Giovanni Mourão 

Previsão é que obras tenham início ainda neste ano. Elas serão realizadas com recursos de emenda parlamentar

Com a recente entrada de R$ 7,23 milhões nos cofres da prefeitura, a Secretaria de Saúde de Niterói anunciou que vai reformar o Hospital Orêncio de Freitas, no Barreto. Cerca de R$ 5,4 milhões serão utilizados nas obras da unidade de referência em cirurgias e também como complemento das reformas da maternidade Alzira Reis e do Hospital Carlos Tortelly.

O restante, cerca de R$ 1,83 milhão, será destinado à compra de equipamentos e pequenas obras nas unidades da rede atenção básica do município. O montante foi obtido através de uma emenda parlamentar do deputado federal Chico D’Angelo (PT).

O Hospital Municipal Orêncio de Freitas receberá uma reforma estrutural, com previsão de início para este ano. De acordo com a Secretária de Saúde, Maria Célia, a unidade de média e alta complexidade será reformada para aprimorar o serviço oferecido.

“Temos a necessidade de reformar o Orêncio de Freitas pois é um hospital muito antigo. Precisamos modernizar e otimizar o trabalho, assim tornando a unidade ainda mais eficiente em internações, cirurgias, atendimentos de urgência e ambulatoriais”, justificou.

Segundo Maria Célia, parte da verba federal aprovada pelo deputado será destinada às obras que já estão sendo realizadas em outras duas unidades de média e alta complexidade: a Maternidade Alzira Reis e o Hospital Clínico Carlos Tortelly.

“Iremos investir parte da verba na reforma da Alzira Reis e na transformação do Carlos Tortelly. Já têm várias mudanças acontecendo no hospital e esses recursos vão permitir que a secretaria, efetivamente, consolide o trabalho realizado na unidade”, explicou.

Além das três unidades de média e alta complexidade e da rede atenção básica, o Laboratório de Saúde Pública Miguelote Viana, que era administrado pelo Governo do Estado e foi municipalizado, também será contemplado com uma obra custeada através de emenda parlamentar aprovada no ano de 2015, no valor de R$ 2,3 milhões.

“Outra coisa boa para nós foi a verba de 2015, também obtida pelo deputado Chico D’Angelo. Vamos usá-la nas obras do Miguelote Viana, cujo projeto já está em fase de elaboração. Com esse investimento, o laboratório se tornará mais eficiente e dará um salto em modernização e tecnologia”, concluiu a secretária.

Fonte: O Fluminense










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.