domingo, 22 de janeiro de 2017

Livros para todos os gostos no Campo de São Bento


As autoras Carolina Estrella e Thati Machado expuseram seus livros na feira. Foto: Marina Mello / Colaboração

Livros.


Marina Mello

Feira literária que reúne obras sobre temas variados, será realizada até o início de fevereiro

Quem esteve no Campo de São Bento na manhã deste domingo (22) pôde acompanhar uma Feira de Livros com diversas opções de obras para todas as idades e públicos.

A dona de casa Vivina Escavino sempre vem à feira, que está na sua terceira edição. Ela afirma que se sente mais à vontade em escolher livros na mostra do que em livrarias.

“Deveria sempre ter a feira, ela ajuda as pessoas a lerem mais, a terem contato com diversas obras”, contou.

O estudante André Sampaio foi à feira acompanhado de sua mãe, a dona de casa Sônia, que buscava revistas antigas sobre tricot para comprar. 

“Hoje viemos especificamente para a feira. Mas, às vezes, viemos para dar uma volta no Campo de São Bento e aproveitamos para ver as obras. Minha mãe já comprou livros nas outras vezes'', disse.

Em uma das tendas expostas no Campo, as niteroienses Carolina Estrella, autora do livro “Garota POP.com” e Thati Machado, autora de “Com Outros Olhos” e “Poder Extra G” aproveitaram a feira para, não apenas vender suas obras, mas também para autografá-las. É a terceira vez de Carolina na mostra e a segunda de Thati.

“A feira movimenta a cidade e isso é importante. Precisamos cultivar e valorizar atitudes como essa, porque se não houver valorização, acaba”, explicou Thati.

Segundo a expositora Vera Lúcia, que participa pela segunda vez na feira que acontece no Campo de São Bento, os livros que mais vendidos são os espiritas e infantis.

“A leitura e importante para ensinar as pessoas a terem mais contato com o ser humano, aprendendo, inclusive, a dialogar melhor. O Brasileiro está muito sem cultura, então, iniciativas como essa, ajudam. Quanto mais lemos, mais somos educados”, analisou.

O também expositor Eudes Botelho do Vale concorda com Vera Lúcia. Para ele, a feira é importante para incentivar a cultura. Além disso, os livros expostos por ele costumam ser mais baratos, uma vez que funciona como uma espécie de sebo, contendo, inclusive obras raras. Apesar disso, Eudes também vende livros novos.

“Nessa época do ano vendemos muitos livros infantis. Autores como Machado de Assis e Pedro Bandeira são bastante procurados. As obras espiritas e de romance também são as mais vendidas”, afirmou.

A feira acontece todos os dias, de 9h às 19h, até o dia 9 de fevereiro.

Fonte: O Fluminense









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.