quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Prefeitura implanta nas escolas da rede municipal projeto inovador de prevenção ao uso do crack





Livreto com desenhos de Daniel Azulay integra ações de prevenção do programa Crack, É Possível Vencer

O lançamento do livreto “Eu e Você, Bem Longe do Crack”, na noite da terça-feira (18.2), no Solar do Jambeiro, marcou mais um passo do programa Crack É Possível Vencer no âmbito do município de Niterói. A prefeitura aderiu ao programa do governo federal em março de 2013 e, desde então, vem implantando uma série de iniciativas nos eixos de prevenção, cuidado e autoridade. O livro é uma das ferramentas de prevenção e será utilizado pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia para conscientização de crianças e jovens da rede municipal de ensino.

O livreto, em linguagem de quadrinhos, foi escrito por Vangi Souza e Luiz Claudio Gomes, e tem ilustrações do desenhista e educador Daniel Azulay. Vangi e Azulay participaram do evento de lançamento e autografaram a obra. O professor Pirajá, tradicional personagem criado pelo desenhista, explica de forma lúdica o que é a droga e a forma como ela atua no organismo, levando à total dependência. Durante a apresentação, Azulay explicou o processo de criação. 

“Queria compartilhar com vocês a dificuldade que foi fazer esse trabalho. Em mais de 40 anos como artista gráfico e educador, eu nunca tive uma dificuldade de concepção, de representar protagonistas numa situação tão trágica. Os personagens dessa história são infelizes. Procurei de forma artística representar a tragédia social do crack, na velocidade com que ele se expande. Mas escrevemos a história do crack de uma forma preventiva, que é o foco do livreto, mostrando o que a pessoa começa a perder com a droga. O que existe de positivo na vida e vai deteriorando com o uso do crack. Nosso objetivo com esta obra é apresentar uma ferramenta aos professores para que sejam multiplicadores de uma conscientização, em conjunto com a comunidade escolar, nas ações educativas ”, disse o ilustrador.

Vangi Souza destacou a visão de vanguarda da Prefeitura de Niterói em utilizar o livreto como ferramenta de prevenção. “Esse trabalho iniciado em Niterói é a pedra fundamental do projeto desenvolvido pela Editora Zit. Estou muito honrado de estar aqui e fazer parte deste momento. Estamos aqui para unir forças e desestimular o uso do crack. Além do livreto, vamos produzir material pedagógico de apoio para trabalharmos o tema da educação infantil até o fundamental II”, explicou o escritor.

O evento de lançamento contou também com as presenças dos titulares das pastas das secretarias municipais envolvidas no programa: Maria Célia Vasconcellos (Secretaria Executiva), Waldeck Carneiro (Educação, Ciência e Tecnologia); Chico D’Angelo (Saúde), Bira Marques (Assistência Social e Direitos Humanos), Marcus Jardim (Ordem Pública) e José Henrique Antunes (presidente da Fundação Municipal de Educação). Um grupo de alunos da Escola Municipal João Brasil também esteve presente e ganhou o livreto autografado.

A secretária Maria Célia ressaltou que, em menos de um ano, desde a adesão ao programa nacional, todas as linhas – cuidado, prevenção e autoridade– foram implantadas no município.

“Esse livro é uma solução inteligente e inovadora para um tema tão difícil. Hoje temos o consultório de rua, a Unidade Atendimento Infantil (UAI), os educadores sociais e a nossa Guarda Municipal totalmente envolvida nesse trabalho nos locais de uso de crack. Agora a gente completa, com o lançamento deste trabalho, que não é apenas um lançamento, mas um projeto com proposta pedagógica, que terá continuidade. Estou muito satisfeita em estar aqui”, disse a secretária.

Maria Célia anunciou um outro passo importante do programa, no eixo autoridade. No dia 10 de março terá início o curso de policiamento comunitário destinado a guardas municipais, policiais militares e civis e bombeiros.

O secretário de Educação, Waldeck Carneiro, disse que o livreto é uma iniciativa que se integra aos esforços do município em enfrentar o grave problema do crack, que reúne várias secretarias num trabalho integrado. “Estamos atuando em diferentes vertentes e a nós da educação cabe a prevenção. Este livreto dará subsídios aos professores para que desenvolvam ações em sala de aula”, afirmou.

Fonte: Prefeitura de Niterói




2 comentários:

  1. Parabéns a Prefeitura bela belíssima iniciativa

    ResponderExcluir
  2. Parabéns a Prefeitura de Niterói por acreditar em nosso trabalho e, como Pedagogo da Empresa, presto as felicitações a toda equipe Zit.

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.