sábado, 22 de abril de 2017

PROGRAMA ENSEADA LIMPA: Enseada de Jurujuba tem recorde de limpeza



Em 2013, ano em que o Inea passou a produzir esses dados, a região atingiu média de 14,3%. Município realizou inúmeras ações para melhora do índice. Foto: Alexandre Vieira/ Prefeitura de Niterói



Vinicius Rodrigues

Balneabilidade de cinco praias ultrapassam 50% neste trimestre

As praias de São Francisco, Charitas, Jurujuba, Adão e Eva, que formam a Enseada de Jurujuba, bateram recorde de balneabilidade no primeiro trimestre deste ano. Elas atingiram índices de 55,4% dos registros com qualificação própria para o banho.

Em 2013, quando o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) passou a produzir esses dados (*), Niterói teve média de 14,3%, também no primeiro trimestre daquele ano.

(*) Comentário: O INEA deu continuidade ao monitoramento da balneabilidade das praias que era realizado pela antiga FEEMA e, portanto, os dados são produzidos há décadas e não apenas desde 2013.


O maior responsável pela melhora na balneabilidade das praias foi o programa Enseada Limpa, capitaneado pela Prefeitura de Niterói. Com uma série de ações no cujo objetivo é tornar a Enseada de Jurujuba a primeira área da Baía de Guanabara totalmente despoluída, os resultados são traduzidos em números.

O índice de balneabilidade, produzido pelo Inea e monitorado pelo programa, demonstra bons resultados quando a comparação leva em conta todos os meses do ano.

Em 2016 chegou a cerca de 42% dos registros com qualificação própria para banho, contra 28% registrado em 2013. As praias que mais apresentaram resultados satisfatórios nos índices de balneabilidade foram Charitas e São Francisco.

O secretário-executivo da Prefeitura de Niterói, Axel Grael, idealizador do projeto, enumerou as ações que foram feitas no município.

“Eu sempre acreditei em iniciativa local. Quando falamos em programas com investimentos de milhões, as pessoas passam a duvidar do que possa ser feito, então o que fizemos foi tratar os problemas com iniciativa popular (*). Nós acabamos com as línguas de esgoto no Morro do Preventório e em Charitas, sobretudo no Canal Taubaté, que lançava seu esgoto em São Francisco. Neste bairro, na rua Tupinambás, nós melhoramos o funcionamento do dispositivo que bombeava a água da chuva para o esgoto, além de criarmos uma caixa de sedimentos, melhorando o problema daquele canal”, disse Axel.

(*) Comentário: O que afirmei é que acredito em iniciativas locais, que estejam na escala de percepção do cidadão. Um programa como o PDBG, que já investiu mais de US$ 1 bilhão e que agora era sucedido pelo PSAM, que também aplicava centenas de milhões de dólares (o programa foi suspenso pelo BID em função da crise do estado), dá a sensação para o cidadão que o problema é grande demais para que ele possa participar. O Enseada Limpa é um programa na escala do cidadão.


Outro ponto destacado por Axel foi o Projeto Se Liga (*), conectando imóveis à rede de esgoto nos bairros de Jurujuba e estrada Fróes:

“Nós falamos dos riscos da proliferação de ratos e outros males que podem acontecer se o lixo não for coletado corretamente. Uma coisa é você falar sobre esses riscos no meio ambiente, outra é você dizer que sua casa poderá ser infestada de ratos se o problema não for resolvido. Em um trabalho com a Clin nós resolvemos 90% do problema de coleta seletiva na Enseada de Jurujuba”, ponderou Axel Grael.

(*) Comentário: O Projeto Se Liga é uma iniciativa da Prefeitura de Niterói com o INEA e a Concessionária Águas de Niterói. É voltado para a notificação dos proprietários de imóveis que não estão conectados à rede de esgotos para que providenciem a conexão.


O Programa Enseada Limpa tem como proposta a integração dos diferentes setores da administração municipal que já atuam neste espaço, o que propicia maior otimização de recursos e ampliação dos impactos da gestão.

Este trabalho envolve ações de urbanização, ampliação da rede coletora de esgoto e das ligações domiciliares à esta rede, iniciativas para melhorar a gestão de resíduos sólidos e conter o seu despejo em encostas, controle de roedores, educação ambiental, entre outras.

Metas – A Prefeitura de Niterói informou que este ano novas metas estão sendo consolidadas, as quais dizem respeito às áreas de saneamento, verificação das conexões de restaurantes e quiosques à rede, fomento ao desenvolvimento do turismo náutico de base comunitária na Enseada, entre outras.

“No ano de 2016, o programa acompanhou o trabalho da Concessionária Águas de Niterói em ações que dizem respeito à saneamento; deu início a estudos prévios para o desenvolvimento de um modelo de saneamento ambiental em uma das comunidade do bairro de Jurujuba, também em parceria com a concessionária; acompanhou o calendário de desinfestação de roedores executado pela Vigilância Sanitária; elaborou e distribuiu cartilha informativa dentro de suas ações de educação ambiental, entre outras atividades”, finalizou Grael.

Fonte: O Fluminense








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.