sábado, 6 de agosto de 2016

Niterói terá lançamento de filme sobre a Baía de Guanabara e debate "Águas e Vidas Escondidas"


O filme "The Discarded" tem várias cenas gravadas no Projeto Grael e foi desenvolvido com o apoio da instituição.


O Museu de Arte Contemporânea de Niterói apresenta, no dia 10 de agosto, das 15h às 18h, a 20ª edição do Museu Fórum, cujo tema é Vidas e Águas Escondidas, baseado na exposição “Baía de Guanabara: Águas e Vidas Escondidas”, aberta ao público recentemente. O evento faz parte das comemorações dos 20 anos do MAC e tem o objetivo de proporcionar uma visão geral destas águas e vidas, que nem todos conhecem.

Como afirma Luiz Guilherme Vergara, Diretor e Curador do MAC Niterói “o nome de Niterói como 'Águas Escondidas'' no idioma tupi-guarani é apropriado como inspiração conceitual que aponta para relações que ultrapassam o visível dentro de um ecossistema de vidas. A Baía de Guanabara, bará = mar, ou então guana ("seio") bara ("mar"), "mar do seio, não é habitada apenas para satisfazer as necessidades do reino humano, mas de um universo de seres e belezas que co-habitam a paisagem trazendo-as a tona”. Assim, esse debate pretende, entre outras questões, discutir soluções e alternativas para os problemas relacionados ao meio-ambiente, de uma forma positiva e consciente, que beneficie os seres envolvidos.

Na ocasião, haverá a estreia do documentário curta-metragem "The Discarded" (15’), dirigido por Annie Costner e Carla Dauden. Dentro do contexto Olimpíadas 2016, o filme traça um paralelo entre o volume alarmante de lixo que ocupa as ruas e a Baia de Guanabara, e aqueles que são afetados por essa situação diariamente.

Contando com a participação de especialistas no assunto, o programa Museu Fórum propõe a atualização do sentido público participativo da instituição museu, transformando o MAC em uma arena propícia para reflexões e trocas sobre temas emergentes da sociedade contemporânea.

Fonte: Prefeitura de Niterói
 






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.