domingo, 28 de agosto de 2016

TURISMO EM NITERÓI DURANTE A RIO 2016: Medalha de ouro em hospitalidade



Segundo José Haddad, os números de turistas na cidade revelam o crescimento do turismo espontâneo. Foto: Divulgação


Mais de 120 mil turistas circularam por Niterói durante as Olimpíadas, elogiando a beleza e a estrutura da cidade

Niterói teve uma presença significativa de turistas e visitantes e uma impactante divulgação de seus atrativos em todo o mundo, durante o mês olímpico. Foram mais de 120 mil pessoas que circularam na cidade, indo aos atrativos turísticos, aos polos gastronômicos e de moda.

Durante o mês olímpico, a cidade recebeu turistas de 82 países e de quase todos estados brasileiros. Os turistas internacionais vieram, em sua maioria, da Argentina, Colômbia, EUA, França, Inglaterra, Alemanha, México, Espanha, Peru e Austrália.

Já do País, vieram de cidades do Rio de Janeiro, São Paulo, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Paraná, Ceará, Pará, Rio Grande do Norte, Santa Catarina , Pernambuco, entre outros.

A faixa etária dos visitantes no total de 51,2% foi 18 a 39 anos, 32,2% na faixa de 40 a 60 anos, já acima de 60 anos foi de 5,1%, na faixa de 13 a 17 anos, 4,4% e de 0 a 12 anos, 7,1%.

Segundo o presidente da Niterói Empresa Lazer e Turismo (Neltur), José Haddad, os números de turistas na cidade revelam o crescimento do turismo espontâneo, como no MAC, que desde sua reabertura em pouco mais de um mês já recebeu cerca de 90 mil turistas; o Parque da Cidade, cerca de 15 mil pessoas, além da Ilha da Boa Viagem, que tem batido recorde de visitação, o Caminho Niemeyer e a Fortaleza de Santa Cruz.

“O Ônibus de Turismo tem tido uma grande procura, inclusive, pelos niteroienses”, destaca Haddad.

Niterói foi divulgada através dos Centros de Atendimento da Neltur, tendo sido os mais procurados, o do Caminho Niemeyer e o da Praça Araribóia, que tem sido muito elogiado pela população. Por abrigar os motorhomes, a cidade entrou oficialmente na Rio 2016, além de participar com guias bilíngues no Boulevard Olímpico e no Media Center.

Parceria - Para José Haddad é cada vez mais produtiva a parceria com a Riotur, que facilita a divulgação dos atrativos de Niterói nos seus Centros de Informações. Para Haddad, as mais de 30 ações desenvolvidas pela Prefeitura de Niterói, através da Neltur e outros órgãos municipais, possibilitaram um maior fluxo do turismo, com efeito positivo na economia da cidade, principalmente nos polos gastronômicos e na rede hoteleira.


Um dos principais cartões-postais da cidade, MAC ajudou a atrair visitantes. Foto: Divulgação

 
O presidente da Neltur destaca como positivas as iniciativas de oferecer a área dos motorhomes, o cardápio com nomes de atletas olímpicos nos principais restaurantes da cidade, a inauguração do CAT na Praça Arariboia, a circulação do Ônibus do Turista, as ações no Media Center, o Niterói Help Tourist e a nova folheteria, Haddad lembra que, nos últimos anos, a rede hoteleira praticamente se mantinha do turismo de negócio, através da indústria naval, Petrobras e Comperj, mas com a crise econômica houve uma significativa perda dessa clientela. Com o trabalho da Neltur e o esforço dos empresários hoteleiros, este panorama começa a mudar, com a ocupação dos leitos da cidade por turistas espontâneos.

“É um dado significativo pois teve hotel que chegou ao patamar de 85% de ocupação”, afirma Haddad.

Sobre os motorhomes, o resultado foi bastante positivo pois Niterói entrou oficialmente na Rio 2016 ao abrigar os turistas de motorhomes. Por conta das ações da Neltur e da presença de turistas da Alemanha, Argentina, França, Holanda, a cidade foi destaque de forma espontânea e positiva na mídia internacional.

Segundo Haddad, todos os turistas que estiveram no local elogiaram a logística, o atendimento e a segurança. O Ministério Público esteve na área destinada aos veículos e elogiou o trabalho realizado.

Cidade da vela - Para José Haddad, Niterói está orgulhosa pela vitória e mais uma medalha de ouro da família Grael na vela, agora com Martine Grael e sua colega de equipe Kahena Kunze.

“Niterói tem uma vocação turística pelo mar, agora, sem dúvida, se consolida como a Cidade da Vela do País. Não há outra cidade que tenha tantas medalhas olímpicas neste esporte. São 8 no total”, destaca Haddad.

Fonte: O Fluminense








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.