segunda-feira, 26 de junho de 2017

NITERÓI DE BICICLETA: Cicles resistem e voltam à moda






Geovanne Mendes

No prédio construído em 1919, com a fachada precisando de reformas e situado no número 16 da Avenida Sete de Setembro, em Icaraí, está a oficina de bicicletas mais antiga da cidade. Carlos Alberto Guimarães dos Santos, de 53 anos, mais conhecido como o Seu Carlinhos do Cicle, é o comandante deste simples comércio, mas que vem sobrevivendo ao longo dos anos à modernidade e ao descartável, uma forma de viver que vem sendo mudada a cada dia.

Tudo começou há 90 anos com o Seu Antônio, pai do Carlinhos, que há 43 anos faleceu dentro da loja, depois de um mal estar e, desde então, o filho assumiu a responsabilidade e fez do trabalho uma forma de ganhar a vida. Daí nasceu o amor pela restauração de bicicletas antigas.

“Eu sempre estive aqui dentro, me lembro de aos 10 anos de idade, ficar brincando entre as bicicletas enquanto meu pai trabalhava e levava honrosamente o sustento para a nossa família. Desde a sua morte não parei e hoje o que fazemos aqui é a arte da restauração. Recuperamos o que antes poderia ir para o ferro velho ou ainda pior, para o lixo”, comenta.

Hoje, passado todo esse tempo e com uma filha de 22 anos, Carlinhos sente que todo esse trabalho, desenvolvido por anos e passado de pai para filho, terá continuidade no futuro.

“A minha felicidade é que a minha filha, mesmo fazendo faculdade de educação física, está aqui quase sempre, me ajudando a consertar as bikes. A minha sensação é que o sonho do meu pai, a minha paixão, terá continuidade, mesmo eu não estando mais neste mundo”, emociona-se.

O que garante também a continuidade deste tipo de trabalho é o investimento do setor público no aumento de ciclovias na cidade. A conta é simples, quanto mais ciclovias, maior o número de ciclistas e, por conseguinte, maior o número de bicicletas, o que por necessidade mecânica, precisarão de manutenção ou reformas.

Atualmente Niterói conta com 36 quilômetros de malha cicloviária, no entanto, a meta era que esse número chegasse a 60 no fim de 2016, o que não aconteceu. Em contrapartida, a Prefeitura de Niterói alega estar desenvolvendo novos projetos para incentivar a ciclo mobilidade na cidade. Um exemplo? A inauguração em março deste ano do bicicletário ao lado das barcas, no Centro. O espaço funciona de segunda-feira a sábado, das 6h às 22h, conta com 416 vagas e os usuários não pagam nada para estacionar as bikes.

A Avenida Amaral Peixoto, no Centro, tem a ciclo faixa mais conhecida do município e, segundo o Mobilidade Niterói, 160 bicicletas passaram por hora pela via durante o mês passado, número 87% maior do que no mesmo mês de 2016. Em fevereiro, esse aumento foi ainda mais expressivo: 207,5 ciclos/hora, 90% maior que em 2016, o que mostra que vem crescendo o uso da bicicleta na cidade.

De acordo com a Federação de Ciclismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecierj), apesar do aumento no número de cliclofaixa nos últimos anos e do aumento da ciclo mobilidade não houve elevação no número de oficinas de bicicletas na cidade. No entanto, houve aumento de cerca de 50% nos serviços realizados pelas atuais oficinas, que têm na revisão técnica e restauração os seus maiores produtos oferecidos ao público que vive sob duas rodas.

“Percebemos que este é um mercado em franco desenvolvimento e com público certo. Para se ter uma ideia, em todo o município houve um aumento de 30 para 230 ciclistas por hora que utilizam o sistema cicloviário”, comenta o presidente da Fecierj, Rodrigo Rocha.

Fonte: A Tribuna




------------------------------------------------------------------


LEIA TAMBÉM:

Prefeitura inicia desapropriação de 35 imóveis para alargamento da Avenida Marquês do Paraná
NITERÓI DE BICICLETA: Mais de mil registros no Bicicletário Arariboia
ABERTURA DO TÚNEL CHARITAS-CAFUBA: ciclovia ligará a Estrada Fróes ao túnel, passando pela orla de São Francisco e Charitas
Niterói: patrulhamento em duas rodas
NITERÓI DE BICICLETA: Bicicletário Arariboia é inaugurado no Centro de Niterói
NITERÓI DE BICICLETA: Niterói ganha o primeiro bicicletário coberto da cidade
NITERÓI DE BICICLETA - BICICLETÁRIO DA PRAÇA ARARIBOIA SERÁ INAUGURADO AMANHÃ
NITERÓI DE BICICLETA: Bicicletário da Praça Arariboia será inaugurado dia 27 de março
NITERÓI DE BICICLETA: Niterói tem o maior crescimento do número de ciclistas no RJ
NITERÓI DE BICICLETA: Bicicletário da Praça Arariboia na contagem regressiva
NITERÓI DE BICICLETA: Prefeitura incentiva a instalação de paraciclos e bicicletários pela cidade
NITERÓI DE BICICLETA: Bicicletário da Praça Arariboia pronto em março
NITERÓI DE BICICLETA: Prefeitura anuncia início de obra de bicicletário com 424 vagas no Centro
NITERÓI DE BICICLETA: Prefeitura publica aviso de licitação para a construção do bicicletário da Praça Araribóia
NITERÓI DE BICICLETA - Prefeitura de Niterói implantará bicicletário na Praça Arariboia
NITERÓI DE BICICLETA: Bicicletário da Praça Arariboia entra na fase final
NITERÓI DE BICICLETA: Instalação de bicicletários chega às escolas municipais
Visita aos bicicletários da Supervia









Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.