terça-feira, 24 de maio de 2016

Praias oceânicas cada vez mais perto do selo "Bandeira Azul"



A Praia do Sossego está na fase piloto e seguirá até o próximo ano, quando deve receber o seu certificado. Foto: Evelen Gouvêa


Vinicius Rodrigues

Itacoatiara e Sossego são apresentadas em workshop do programa no Rio de Janeiro

As praias do Sossego e Itacoatiara, ambas na Região Oceânica, poderão dar mais um passo de reconhecimento no cenário internacional. Isso porque no próximo ano elas poderão receber o selo Bandeira Azul, que é um certificado internacional de qualidade de caráter socioambiental para marinas e praias, considerado um dos mais importantes do mundo e de grande significado para turistas estrangeiros. Nesta segunda-feira (23) e terça-feira (24), a Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ) está recebendo o IX Workshop Nacional Anual do Programa Bandeira Azul e tem como objetivo reunir os responsáveis pelas cidades candidatas à certificação.

O evento reúne representantes de vários estados. O primeiro dia de seminário foi aberto a todos os interessados e o segundo dia será dedicado somente aos representantes de praias e marinas inscritos no programa e consultores cadastrados. Além disso, as inspeções acontecem logo depois da inscrição. O nome dos contemplados sai em outubro deste ano.

Atualmente estão na fase piloto do programa as seguintes praias do Brasil: Praia da Lagoa do Iriry (Rio das Ostras), Praia do Remanso (Rio das Ostras), Praia de Itacoatiara (Niterói), Praia do Sossego (Niterói), Praia de Areia Vermelha (Cabedelo – PB), Praia de Ponta de Nossa Senhora do Guadalupe (Salvador – BA), e Praia Grande (Governador Celso Ramos – SC).

“O workshop é obrigatório para todos os candidatos e visa os esclarecimentos sobre os critérios e a documentação de solicitação para a temporada 2016/2017. O encontro também está discutindo a sustentabilidade na gestão do turismo de sol e praia e turismo náutico. A iniciativa é do Programa Bandeira Azul Brasil e do Instituto Ambientes em Rede, com coorganização do programa Sebrae no Pódio, que vai começar uma pesquisa com economia da praia este ano”, disse Leana Bernardi, coordenadora do Bandeira Azul.

De acordo com Leana, a obtenção do certificado é importante para atrair o turismo ecológico. “A pesquisa da organização aponta que as vendas no comércio nas praias do mundo com o certificado aumentaram em 30%. A Praia do Sossego está na fase piloto e ainda não será certificada este ano.

Ela continuará na fase piloto até o próximo ano. Os demais candidatos para a certificação saberão o resultado do júri nacional em julho e do júri internacional em outubro”.

Para Margareth Carvalho, coordenadora de Turismo do Sebrae-RJ, iniciativas como o programa incentivam as prefeituras a dar visibilidade ao turismo e ajudam a cadeia produtiva. “O turista busca lugares com ações sustentáveis, e os municípios trabalham com empresários para qualificar as orlas. E todos ganham: comerciante, ambulantes, barracas de praia”, comentou.

Fonte: O Fluminense







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.