segunda-feira, 23 de maio de 2016

Escola Municipal resgata memória do bairro da Palmeira







 


18/05/2016 - Com o intuito de resgatar a cultura e história do bairro da Palmeira, em Niterói, a Escola Municipal Noronha Santos tem investido em projetos que relatam a história do local. Além disso, os programas da unidade também tem como objetivo fazer com que os alunos insiram em suas vidas valores de importância para a sociedade. O primeiro projeto surgiu no ano de 2013, e cerca de 300 alunos são orientados por ano.

O programa começou com o Projeto Raízes, onde professores e profissionais da educação produziram 500 cartilhas, que contavam a história da comunidade com relatos de moradores antigos. A ação foi desenvolvida em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação (SEMECT) e a Fundação Municipal de Educação (FME), durante a apresentação dos Projetos Instituintes, que oferta verbas para as unidades do município desenvolverem algum tipo de projeto considerado de importância educacional.

No ano seguinte, em 2014, foi feita a cartilha Raízes II uma continuação da primeira, porém, abordando fatos que ainda não haviam sido contados. Também foram produzidas 500 unidades para distribuir entre alunos e familiares.

De acordo com a diretora Leonam Marques, o projeto surgiu após a dificuldade dos profissionais em contar a história do bairro para as crianças. 

"Trabalho na escola há 23 anos e sempre tivemos obstáculos para contar a história da comunidade da Palmeira, e as pessoas sempre vinham até nós para perguntar coisas e a gente não tinha a resposta. Pensando nisso, vimos na proposta dos Projetos Instituintes como uma oportunidade de deixar isso memorizado em um registro literário", declarou.

Além das cartilhas, o conteúdo foi trabalhado em sala de aula e também em eventos da unidade, como por exemplo no Dia da Família onde os pais tiveram acesso aos livros.

"Entregamos as cartilhas para todos os alunos da unidade, inclusive os de Educação Infantil. Por mais que não saibam ler, consideramos importante o contato da família com a história da comunidade, gostamos sempre de levar nossos projetos para fora dos muros",, disse a diretora.

Em 2015 foi lançado o projeto Quilombo da Palmeira, com o objetivo resgatar a história e resistência da população negra que viveu no bairro, através de um jornal, distribuído amplamente em quatro edições bimestrais. Cerca de 900 exemplares foram entregues.

Em 2016, a escola está realizando o Ser e conviver, eu sou porque nós somos, que tem o intuito de orientar alunos e suas famílias com valores importantes na sociedade. A abordagem é feita através da exibição de filmes, comerciais e até desenhos animados que falem sobre respeito, empatia e paz, questões consideradas importante para uma boa convivência.

Fonte: Prefeitura de Niterói







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.