terça-feira, 15 de julho de 2014

Parque da Cidade ganha reforma para atrair turistas em Niterói


Parque ocupa uma área de 150 mil metros quadrados e quem o visita tem uma das vistas mais privilegiadas da região. Foto: Júlio Silva

Obras vão implementar escadas, rampas, corrimãos e placas sinalizadoras. Foto: Júlio Silva


Vanessa Lima

Avaliado em R$ 1,5 milhão, projeto vai reestruturar e preservar seis trilhas do local com objetivo de incentivar o ecoturismo. Inauguração está prevista para o verão

O Parque da Cidade agora terá mais um motivo para atrair turistas e aventureiros. A Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Recursos Hídricos e Sustentabilidade de Niterói criou um projeto de reestruturação das trilhas e preservação da região, que será inaugurado no próximo verão. A iniciativa visa incentivar o ecoturismo, atrair mais frequentadores ao local e oferecer uma alternativa gratuita de lazer aos moradores da cidade. Avaliado em aproximadamente R$ 1,5 milhão, o projeto deve receber investimento do fundo municipal da Prefeitura e do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF).

Ocupando uma área de 150 mil metros quadrados, a reserva passou por intervenções de campo no início do ano, onde as trilhas mais utilizadas foram avaliadas. Por meio de um GPS os caminhos receberam demarcações e um geógrafo estudou as questões que envolviam a extensão, coordenada e altitude dos percursos. Durante algumas semanas, profissionais ligados à área ambiental observaram os problemas mais pertinentes da região como desbarrancamento, escoamento de água, buracos, degradação do solo e através dessa análise criaram o projeto com foco nas melhorias necessárias no território.

Os investimentos na infraestrutura do Parque da Cidade e do futuro PARNIT estão sendo negociados pelo ESCRITÓRIO DE GESTÃO DE PROJETOS DE NITERÓI (EGP-NIT), vinculado ao Gabinete da Vice-Prefeitura, como parte do PROGRAMA REGIÃO OCEÂNICA SUSUTENTÁVEL (PRO-SUSTENTÁVEL). Conforme as negociações em curso, a origem dos recursos será da CAF - Banco de Desenvolvimento da América Latina e possivelmente, também, do fundo de compensações ambientais do Governo do RJ. Axel Grael

As Trilhas das Bicicletas, Santo Inácio, Pimentel, Rampa Sul, Bosque dos Eucaliptos e Encantado foram os seis caminhos escolhidos para receberem melhorias. As obras de estruturação consistem na implantação de escadas, rampas, corrimãos e placas sinalizadoras. Além disso, o local também ganhará um novo deck, reforma na rampa de voo e a construção de uma torre para observação de pássaros, mirante de observação de paisagens e prevenção de incêndio. De acordo com o secretário municipal de Meio Ambiente, Daniel Marques, a cidade está carente de políticas ambientais que promovam a interação de pessoas com a natureza, por isso é importante incentivar a cultura e o lazer através de programas educativos.

“Esse projeto oferece aos cidadãos uma oportunidade gratuita de contemplar paisagens naturais e promove a relação de pessoas com diferentes idades e classes sociais em um mesmo ambiente. Dessa forma o morador não precisa se deslocar até o Rio de Janeiro para fazer passeios ao ar livre, porque o município passa a ser uma região onde os habitantes podem ir à praia, fazer trilhas radicais com segurança e apreciar o pôr do sol”, argumentou o secretário.

Para assegurar a sustentabilidade dos recursos naturais, a ação também criou uma estratégia para que a vegetação existente receba reforço em sua estrutura e os pontos degradados ganhem enriquecimento ambiental. Ao todo, serão plantadas 10 mil mudas de espécie nativa da Mata Atlântica e 300 eucaliptos. Essa iniciativa tem a finalidade de restituir o habitat natural de aves e mamíferos pertencentes ao parque.

“Fizemos um estudo para identificar exatamente quais locais necessitavam de investimentos florestais. Em alguns pontos notamos que o solo estava saturado, pois não havia gramado crescendo e em outras áreas pudemos perceber que a grama estava desaparecendo, devido aos incêndios ocasionados pelos balões. Então entendemos a necessidade do plantio de espécies que dificultem a propagação do fogo,” explicou o engenheiro florestal, Pedro Zanetti.

A segurança é outra questão que faz parte do projeto. Para garantir o conforto e a proteção dos frequentadores do parque, as trilhas irão receber câmeras de segurança, centro de observação, aparelhos de comunicação e kits de segurança para os guardas ambientais. A grande novidade é a instalação de um sensor eletrônico para contagem de visitantes. O aparelho deve calcular o número de pessoas que frequentam o local e, por meio dessa conta, os órgãos de segurança da cidade irão saber exatamente quantos agentes precisam fazer patrulha na reserva diariamente. Segundo o representante do Clube de Montanhismo de Niterói, Leandro do Carmo, o reforço na segurança irá atrair mais visitantes.

“Um dos maiores problemas da região é a falta de policiamento, porque embora existam guardas no local, alguns frequentadores não se sentem seguros em descer as trilhas na parte da tarde. Acho que essa iniciativa vai permitir que os aventureiros pratiquem as caminhadas em qualquer horário do dia sem medo”, contou.

FONTE: O Fluminense


------------------------------------------------
LEIA TAMBÉM:

PARNIT e o PROGRAMA NITERÓI MAIS VERDES
Construindo uma parceria Prefeitura de Niterói / INEA: gestão de parques, cultura e esportes
PRO-SUSTENTÁVEL - PREFEITURA DE NITERÓI CAPTA RECURSOS PARA NOVO PROJETO PARA A SUSTENTABILIDADE DA REGIÃO OCEÂNICA
Morro da Viração, em são Francisco, ganha mudas de reflorestamento
Café da manhã de delícias e com vista privilegiada, em Niterói
'Niterói mais verde' será criado para proteger o meio ambiente
Prefeitura de Niterói anuncia PARNIT: áreas de interesse ambiental serão protegidas
Mudanças à vista: Parque da Cidade vai passar por reformas


OUTROS INVESTIMENTOS EM PARQUES E ÁREAS VERDES EM NITERÓI

Sobre a recuperação e manutenção das praças da cidade
Prefeitura inicia construção da Praça da Riodades
Edital de licitação para construção do Skatepark em São Francisco será publicado nesta quinta
Prefeitura faz manutenção dos aparelhos das academias de idosos instaladas nas praças da cidade

Horto do Fonseca
Prefeitura de Niterói lança edital de licitação para obras no Horto do Fonseca
Conheça o projeto de revitalização do Horto do Fonseca
Horto do Fonseca ganhará nova paisagem e muitas mudanças

Horto do Barreto
Atividades agitam Horto do Barreto com opções para adultos e crianças

Parque da Serra da Tiririca
II Encontro Científico do Parque Estadual da Serra da Tiririca trouxe à lembrança a mobilização ambientalista que permitiu a sua criação
Ampliação do Parque da Serra da Tiririca com a incorporação da Darcy Ribeiro é uma vitória dos ambientalistas
Trilhas no Parque da Serra da Tiririca serão implantadas
Lazer e aventura na Serra da Tiririca pode ser opção para aproveitar férias

Parque das Águas (Centro de Niterói)
PREFEITURA ASSINA CONTRATO DE R$ 65 MILHÕES COM O BID PARA INVESTIR NA INFRAESTRUTURA DE NITERÓI

Ilha da Boa Viagem
Unindo forças para promover melhorias na Ilha da Boa Viagem, Niterói

Outras boas notícias
Pedra de Itapuca em Niterói passa por limpeza após ato de vandalismo
Gestão dos rios de Niterói: a emergência e o "passo a frente"
Prefeitura de Niterói lança projeto Agente Ambiental Escolar
Caminhos ‘escondidos’ e maravilhosas trilhas desconhecidas em Niterói
Uma caminhada pelo Morro da Viração e Lagoa de Piratininga
LUTANDO CONTRA AS QUEIMADAS EM NITERÓI
---------------------------

SAIBA TAMBÉM SOBRE O FENÔMENO DAS ILHAS DE CALOR, QUE SÃO PREVENIDOS OS MINIMIZADOS PELA PRESENÇA DAS ÁREAS VERDES:

- UNIVERSIDADE DE YALE PUBLICA ESTUDO SOBRE CAUSAS DAS ILHAS DE CALOR URBANO
- Calor, frescor e os ventos
- Calor emitido por cidades pode alterar padrões climáticos
- Texto do US EPA explica o que é uma Ilha de Calor Urbano
- O efeito das ilhas de calor urbano
- Ilhas de calor na capital paulista causam temporais
- Terraço verde: uma solução para deixar a sua casa mais verde, mais agradável e com menos custos
- Grandes cidades se rendem aos telhados verdes
- Contra ilhas de calor, Stuttgart tem 60% de cobertura verde



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.