quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Grandes cidades se rendem aos Telhados Verdes

Telhado verde.

Uma idéia para reduzir o calor nas grandes cidades, combater o efeito estufa e evitar problemas como enchentes e transbordamento de esgotos está ganhando cada vez mais adeptos em todo o mundo. São os Telhados Verdes, ou como é mundialmente conhecido Green Roofs. Na verdade é uma maneira de dar vida a cobertura dos edifícios plantando diferentes tipo de vegetações, o que melhora a qualidade de vida e reduz a poluição nos grandes centros urbanos.


Um dos locais que já desenvolve a política dos Green Roofs é a cidade canadense de Toronto. A prefeitura local criou um plano de incentivo à técnica que inclui a instalação destes telhados em prédios já existentes e também nos que serão construídos, com meta de alcançar 50% a 75% de abrangência. Também foi criado um programa de incentivo fiscal para iniciativas privadas que aderirem à causa.

Para reforçar, alguns funcionários municipais irão desenvolver, em parceria com técnicos dos fundos Atmosférico e Hidráulico de Toronto, um programa de reconhecimento dos benefícios causados pela implantação do sistema para a energia, a qualidade do ar e o clima na cidade.

Os benefícios dessa técnica são muitos. Os Telhados Verdes melhoram as condições térmicas e acústicas da edificação, tanto no inverno como no verão. Estudos de bioclimatismo indicam que, com o uso de coberturas vivas, seja possível melhorar em 30% as condições de temperatura no interior da edificação, sem recorrer a sistemas de climatização ou ar condicionado artificiais.

Os telhados também ajudam a manter a umidade relativa do ar constante e formam um microclima no entorno da edificação. Em um estudo realizado pela Universidade de Ryerson, em Toronto, foi detectado que a cobertura vegetal de 8% dos telhados da cidade geraria uma economia de mais de $300 milhões em custos como manutenção pluvial, transbordamento de esgotos, contenção de energia e redução das ilhas de calor. Isso sem falar do aumento do verde nos grandes centros urbanos, o que traz mais harmonia, bem estar e beleza aos moradores da região.


Green Roofs no Brasil

Aqui no Brasil, o estudante de agronomia Marcos Victorino da Faculdade Cantareira, em São Paulo, desenvolveu um projeto que prevê o cultivo de plantas e legumes em telhas na laje das casas, na garagem ou no quintal. O objetivo do projeto, batizado de Plantando na Cidade, é mostrar que qualquer cantinho pode virar uma horta, incentivando a educação alimentar, promovendo a qualidade de vida e diminuindo as ilhas de calor das cidades.

Para Victorino, que está desenvolvendo outras técnicas de cultivo como hortas com rodinhas e uma barraca de camelô adaptada em estufa, "estas são idéias esdrúxulas que buscam soluções para o cotidiano". Ele ainda afirma que as pesquisas em agricultura no Brasil são voltadas somente para o meio rural. “Estamos tentando transferir técnicas para o ambiente urbano", garante.

Quem quer colocar a idéia em prática precisa contar com mão de obra especializada e infra-estrutura adequada para não sofrer com vazamentos, infiltrações, perda de plantas e de terra pela erosão ocasionada pela chuva, dentre outros problemas.

Também é importante observar a resistência da estrutura que irá receber o telhado, a sua impermeabilização, o desnível e a declividade da cobertura construída ou a ser construída. A manutenção costuma ser simples e pode ser feito por qualquer pessoa. Gostou da idéia? Então procure uma empresa especializada e ajude a melhorar o ambiente da sua casa e da sua cidade.

Fonte: Ecodesenvolvimento

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A EXPERIÊNCIA E AS POLÍTICAS PÚBLICAS PARA TELHADOS VERDES EM TORONTO.
Legislação de Toronto para telhados verdes
Material educativo para Telhados Verdes
Especificações para Telhados Verdes na cidade de Toronto.
Programa de Incentivos para Telhados Verdes - Toronto

Um comentário:

  1. Muito Bacana a Técnica.

    Sou estudante de Engenharia Florestal e estou elaborando um projeto Sobre telhado Verde.

    Abraços.

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.