domingo, 20 de novembro de 2016

DEFESA CIVIL: Niterói investe em planejamento para se prevenir contra tragédias



Vice prefeito Axel Grael participou nesta semana de encontro com representantes da Defesa Civil e vários órgãos da prefeitura. Foto: Douglas Macedo


Cidade já consegue prever chuvas e se preparar com dois dias de antecedência

Márcio Bulhões

O vice-prefeito de Niterói, Axel Grael (PV), se reuniu nesta semana com representantes da Defesa Civil, da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (Seconser) e da Companhia de Limpeza de Niterói (Clin), entre outros órgãos, para organizar os planos para o contingenciamento de chuvas no município. O encontro foi realizado na sede da Defesa Civil, no centro de Niterói. O vice-prefeito, disse que é necessário ter um planejamento mais específico nesta época do ano para evitar alagamentos e deslizamentos.

“Começamos em janeiro de 2013 esses planos de contingência contra as chuvas de verão. Agora, no momento, vamos fazer uma nova estruturação e temos que conversar com todas as secretarias e também com os nossos parceiros operacionais da Defesa Civil. Sabemos que estamos vivendo um momento especial e que a prefeitura está cortando alguns recursos, porém o nosso plano tem que estar calibrado para essas dificuldades”, disse.

Axel também frisou que a prefeitura precisa estar preparada para atender as necessidade da população nesse período em que a chuva é mais intensa.

“A gente trabalha com uma expectativa. E com a experiência que temos, os dados climáticos e a nossa equipe de meteorologia, conseguimos nos organizar. Precisamos também estar preparados para os períodos de estiagem, como foi em 2014, em que não caiu uma gota de chuva. O que não podemos é não estar preparados para essas situações de emergenciais. O plano já funciona no dia a dia, o que precisamos é ter uma atenção especial nesse período que as chuvas aumentam”, destacou.

O subsecretário de Defesa Civil de Niterói, Walace Medeiros, lembrou que a pasta não trabalha mais só com a ocorrência, no momento em que está acontecendo.

“Fazemos um planejamento e tentamos nos antecipar. Estamos tratando com eventos climatológicos extremos, que não temos como prever a intensidade. Hoje, nosso regime pluviométrico está da seguinte forma: muita chuva em um curto espaço de tempo. Estamos monitorando as condições e realizando trabalhos. Se está tendo alagamento, esse alagamento poderia ter sido muito maior”, disse.

Walace ainda explicou que o serviço de monitoramento é capaz de prever as chuvas com dois dias de antecedência.

“Assim que temos as informações, enviamos à prefeitura e disponibilizamos no nosso site para que a população acompanhe. A Secretaria de Obras e Serviços Públicos se antecipa e limpa os canais para evitar alagamentos. A Clin, também com seu pessoal, faz a limpeza nas ruas”, declarou.

Fonte: O Fluminense








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.