quinta-feira, 7 de março de 2013

Presidenta Dilma anuncia liberação de R$ 292,3 milhões para PAC da Mobilidade de Niterói


Foto: Roberto Stuckert Filho/Presidência da República
Anúncio foi feito no Palácio do Planalto, em encontro com governadores e prefeitos de todo o país. Recursos permitirão construção da Transoceânica

Niterói já tem garantidos desde esta quarta-feira (6.3), o aporte de R$ 292,3 milhões em recursos para a implantação de uma de suas mais importantes obras viárias: o BRT TransOceânica. O anúncio oficial da liberação dos recursos foi feita pela presidenta da República, Dilma Rousseff, no Palácio da Planalto, em Brasília, junto com os ministros da Casa Civil, Gleisi Hoffman, do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior e das Cidades, Aguinaldo Ribeiro em encontro com governadores e prefeitos.

O projeto de Niterói, uma das principais propostas de campanha do prefeito Rodrigo Neves, foi um dos contemplados no novo processo seletivo do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Ao todo, o governo federal anunciou a liberação de R$ 33 bilhões para projetos de mobilidade urbana, saneamento e pavimentação em todo o país.

Os recursos disponibilizados pelo governo federal possibilitarão a construção da TransOceânica, uma via expressa de aproximadamente dez quilômetros de extensão, ligando o Engenho do Mato a Charitas. Na obra aprovada, está incluída a construção do Túnel Charitas-Cafubá, com 1,3 quilômetro de extensão para cada uma de suas duas galerias, sem cobrança de pedágio. Ao longo da via serão construídos seis terminais de integração e estações de embarque e desembarque de passageiros. Haverá, ainda, oito quilômetros de faixas exclusivas e ciclovia.

Logo pela manhã, o prefeito Rodrigo Neves comemorou a notícia, publicada no Diário Oficial da União. “Fiquei muito feliz e emocionado com a publicação no DO da União e com o anúncio feito pela presidenta Dilma. O projeto (Transoceânica) foi um dos principais pontos de minha conversa com ela na audiência que tive logo após a eleição. Trabalhamos muito em novembro, dezembro e janeiro na elaboração da proposta técnica e nos entendimentos com os ministérios. É uma vitória histórica para Niterói. Uma obra prometida há 40 anos e que agora conta com os recursos para ser realizada. Será muito importante para ajudar a resolver um dos principais problemas da cidade, a mobilidade urbana” comemorou Rodrigo.

Presente ao encontro, o vice-prefeito Axel Grael comentou a importância da liberação dos recursos: “É o primeiro grande investimento em mobilidade que a cidade tem em décadas e com um potencial de mudança do perfil de toda a região que é hoje o principal vetor de crescimento da cidade”.

Para Verena Andreatta, secretária municipal de Urbanismo, o BRT terá impactos positivos não só no trânsito, mas também no meio ambiente. “Esse novo BRT vai ser um transporte público de qualidade, eficiente, moderno e confiável, que vai atender uma região que está carente. Com ele, vamos evitar o excesso de veículos nas ruas, contribuindo para a fluidez do trânsito e reduzindo a poluição atmosférica.

No estado do Rio, apenas três municípios tiveram seus projetos aprovados e Niterói foi quem mais conseguiu recursos se forem somados o projeto apresentado pela prefeitura e o desenvolvido pelo governo do estado, que prevê a construção de um BRT, o corredor viário Leste. Juntos, os dois ultrapassam a casa dos R$ 400 milhões.

Fonte: Prefeitura Municipal de Niterói

----------------------------------------------------------------
Mais informações sobre as obras do PAC aprovadas para o estado do Rio de Janeiro:

NITERÓI
Projeto: TransOceânica
Responsabilidade: Prefeitura Municipal de Niterói
Valor do total da obra: R$ 309,3 milhões.
Valor do PAC: R$ 292,32 milhões
Contrapartida da PMN: R$ 17,0 milhões
Projeto: Corredor BRT Leste
Responsabilidade: Governo do Estado do Rio de Janeiro
Valor total da obra: R$ 113,87 milhões
Valor do PAC: R$ 108,17 milhões
Contrapartida: R$ 5,69 milhões
Total de investimentos em Niteroi: R$ 400,49 milhões

CAMPOS
Projeto: Implantação do Aeromóvel.
Responsabilidade: Prefeitura de Campos dos Goytacazes
Valor total: R$ 396 milhões
Valor do PAC: R$ 300 milhões
Contrapartida: R$ 96,47 milhões

PETRÓPOLIS
Projeto: Anel Viário Interbairros.
Resposabilidade: Prefeitura de Petrópolis
Valor total: R$ 70,0 milhões.
Valor do PAC: R$ 62,17 milhões.
Contrapartida: R$ 8,53 milhões


Não foram aprovados projetos de São João de Meriti e Volta Redonda

Acesse a Portaria 109, 05 de março de 2013, que divulga o resultado da seleção do PAC.

Um comentário:

  1. Meu caro Axel,

    A presidente Dilma, assim como Lula, liberou bilhões para obras do PAC pelo Brasil afora, só que esses recursos não chegam às mãos do executor. Veja a transposição do São Francisco, da Comperj, minha casa minha vida, assentamentos agricolas. Se você analisar o orçamenbto da UNIÃO ESSES RECUROS LIBERADOS DA BOCA PARA FORA NÃO CABEM NO ORÇAMENTO. O CUSTEIO DA MAQUINA PÚBLICA LEVA QUASE TUDO. MAS VALE A PENA SONHAR.

    Agenor

    ResponderExcluir

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.