domingo, 13 de novembro de 2011

Paquetá Sustentável: iniciam-se as obras para o novo sistema de saneamento da ilha

Diante do baobá (conhecida como Maria Gorda), uma das árvores-símbolo de Paquetá, autoridades reunidas ouvem José Luiz Alquéres, liderança do Movimento Paquetá Sustentável, apresentar os objetivos do grupo e a importância do momento. Foto Axel Grael.

Wagner Victer (presidente da CEDAE), Carlos Minc (Secretário do Ambiente-RJ), Márcio Fortes (presidente da Autoridade Pública Olímpica) e José Luiz Alquéres (Paquetá Sustentável). Reafirmação do compromisso pela revitalização da Ilha de Paquetá. Foto Axel Grael. 

Inauguração simbólica das obras de implantação da nova rede de esgotos de Paquetá. O esgoto será bombeado e tratado na ETE de São Gonçalo. Foto de Axel Grael.

Minc e Victer ensaiam o passo: meio ambiente e saneamento unidos por Paquetá. Foto de Axel Grael.

Descontração de Victer e Minc no embarque da charrete. Foto Axel Grael.


As fotos acima registram um momento histórico na iniciativa de revitalização da Ilha de Paquetá, objetivo do Movimento Paquetá Sustentável, que pretende fazer da bela e histórica ilha o modelo de um bairro sustentável na cidade do Rio de Janeiro.

O evento ocorreu na data marcante, 11/11/11, e reuniu membros da comunidade, autoridades de estaduais e municipais e os membros do Movimento Paquetá Sustentável, do qual faz parte o Projeto Grael, representados por Axel e Lars Grael.

No pronunciamento de Márcio Fortes, da Autoridade Pública Olímpica, organização responsável pela coordenação de todas as ações governamentais para a Rio 2016, foi reiterado o reconhecimento da recuperação de Paquetá como uma das prioridades no contexto de uma Baía de Guanabara limpa para os Jogos Olímpicos.

Carlos Minc, secretário da Secretaria Estadual do Ambiente (SEA) apresentou os esforços e investimentos empreendidos por sua pasta na recuperação da Baía de Guanabara. Garantiu que até o final de 2012 os lixões estarão eliminados da Bacia da Baía de Guanabara, o que inclui a prevenção de que o chorume produzido chegue à Baía.

Wagner Victer, presidente da CEDAE, reafirmou que os projetos de despoluição da Baía de Guanabara estão em andamento e que as metas estabelecidas pela Candidatura Olímpica do Rio de Janeiro (o Rio prometeu a redução de 80% da poluição) estarão atendidas bem antes do prazo estabelecido.

Que assim seja...!!!

Axel Grael

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael.