sábado, 27 de abril de 2019

Ônibus começam a circular na Transoceânica neste sabado com três novas linhas



O secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, explica o funcionamento das estações antes de viagem-teste realizada com O GLOBO- Niterói Foto: Fábio Guimarães / Fábio Guimarães


Além de informar sobre mudanças de itinerários e modelo do ônibus, prefeitura tem o desafio de conscientizar pedestres e ciclistas sobre o perigo de trafegar na via

Lívia Neder

NITERÓI — Conexão direta da Região Oceânica com a Zona Sul, através do Túnel Charitas-Cafubá , a Transoceânica começa a operar neste sábado. O corredor exclusivo para ônibus BHLS (Bus with High Level of Service) contará, nesta primeira fase, com três novas linhas. A cerimônia de inauguração será às 10h, na Estação Praça Central (próximo ao posto Monza), e os ônibus vão começar a circular com passageiros a partir das 13h. Após três semanas de treinamento dos motoristas, agora o desafio é a adaptação dos passageiros ao novo modelo de coletivo e itinerários e também a conscientização de pedestres e ciclistas que, durante o período de obras, transitavam na via seletiva.





Numa viagem-teste com a equipe do GLOBO-Niterói, na última quarta-feira, o secretário municipal de Urbanismo, Renato Barandier, constatou a presença recorrente de pessoas no corredor viário e adiantou que, para garantir a segurança nos primeiros dias de operação, carros batedores utilizados na fase de testes continuarão a abrir o caminho para os ônibus, que vão circular a 40km/h:

— Estamos distribuindo cartilhas, e os painéis eletrônicos das estações também estão avisando sobre o início da operação e alertando para o perigo de trafegar na via exclusiva — diz Barandier, completando que nos três primeiros meses serão feitos monitoramentos para definir o modelo de implantação da segunda fase de migração dos ônibus, quando as outras linhas municipais que circulam na região passarão para o corredor exclusivo. 



Os BHLS têm portas dos dois lados para trafegar na Transoceânica e em ruas normais; piso baixo, com acessibilidade; e a roleta é no meio dos ônibus. Todos os 43 novos coletivos terão cobradores. Modernas, as estações contam com telas e postes eletrônicos que mostram o mapa das linhas e o tempo de chegada do ônibus seguinte.

Instrutor da Viação Pendotiba, que faz parte do Consórcio Transoceânico, Donato de Carvalho disse que 115 motoristas foram treinados para trafegar no corredor.

Substituindo as linhas 38, 38B, 39 e 39B, as três novas linhas que vão seguir até o Centro, via túnel Charitas-Cafubá, são Oceânica 1 (Piratininga x Centro), Oceânica 2 (Itaipu x Centro) e Oceânica 3 (Itaipu x Centro, via Engenho do Mato). A expectativa da prefeitura é que o tempo de viagem seja reduzido em até 30%.

Continuam em operação na Região Oceânica, sem passar pelo Charitas-Cafubá, as linhas 38A, 39A, 46, 52, 54 e 55A. Apenas a linha 52A (Baldeador x Itaipu, via Charitas-Cafubá) sofrerá alteração. O novo trajeto será feito entre Baldeador e Charitas.

Barandier acrescentou que a Transoceânica não é só um corredor de transporte, mas uma obra de reestruturação urbana. Além das intervenções viárias, está sendo planejada uma exposição com os achados em sítios arqueológicos descobertos ao longo dos quatro anos e meio da obra.

— Durante as intervenções, construímos galerias de macrodrenagem e investimos no fortalecimento de marcos de identificação urbanística em locais cujas referências eram apenas pontos comerciais. No bairro Santo Antônio, por exemplo, vamos erguer uma praça em frente à Estação Vila São Pedro — adianta o secretário.

Itinerários das novas linhas:

Oceânica 1 / Piratininga-Centro
Av. Dr. Acúrcio Torres; Av. Almirante Tamandaré; Estrada Francisco da Cruz Nunes; Av. Conselheiro Paulo de Melo Kalle; Av. Raul de Oliveira Rodrigues; Túnel Charitas-Cafubá; Av. Prefeito Sylvio Picanço; Av. Quintino Bocaiuva; Túnel Raul Veiga; Av. Roberto Silveira; Av. Marquês do Paraná; Av. Ernani do Amaral Peixoto; Av. Visconde do Rio Branco; Terminal João Goulart.

Oceânica 2 / Itaipu-Centro
Estrada Francisco da Cruz Nunes (Itaipu); Estrada Itacoatiara; Estrada Francisco da Cruz Nunes; Av. Conselheiro Paulo de Melo Kalle; Av. Raul de Oliveira Rodrigues; Túnel Charitas-Cafubá; Av. Prefeito Sylvio Picanço; Av. Quintino Bocaiuva; Túnel Raul Veiga; Av. Roberto Silveira; Av. Marquês do Paraná; Av. Ernani do Amaral Peixoto; Av. Visconde do Rio Branco; Terminal João Goulart.

Oceânica 3 / Itaipu-Centro (via Engenho do Mato)
Estrada Francisco da Cruz Nunes (Itaipu); Estrada Itacoatiara; Estrada Francisco da Cruz Nunes; Av. Irene Lopes Sodré; Estrada Engenho do Mato; Av. Ewerton Xavier; Estrada Francisco da Cruz Nunes; Av. Conselheiro Paulo de Melo Kalle; Av. Raul de Oliveira Rodrigues; Túnel Charitas-Cafubá; Av. Prefeito Sylvio Picanço; Av. Quintino Bocaiuva; Túnel Raul Veiga; Av. Roberto Silveira; Av. Marquês do Paraná; Av. Ernani do Amaral Peixoto; Av. Visconde do Rio Branco; Terminal João Goulart.


Fonte: O Globo










Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contribua. Deixe aqui a sua crítica, comentário ou complementação ao conteúdo da mensagem postada no Blog do Axel Grael. Obrigado.